Visita ao “País das maravilhas para Páscoa”

O gostar de receber bem e com muita delicadeza!

IMG_0365

Como todos ja sabem sou uma fã de produtos feitos a mão e decoração no geral. O craft me envolve de tal maneira desde a infancia e ate hoje quando vejo um lugar bem arrumado, tudo combinandinho, enlouqueço!

Dia desses (ano passado) mergulhei no universo da empresa “Cromus”  no Open House de Páscoa, gente… todo ano eles se superam, graças ao olhar e mãos de seus competentes profissionais, principalmemte da decoradora mega super Marcia Prado, oooo mulher competente. Se voce ja foi a empresa e conheceu os bastidadres sabe do que estou falando…uma verdadeira fábrica de coelhinhas ou  gnomos trabalhando para pascoa e natal, um show!

Sempre vemos coelhos Cromus por todo Brasil, sim eles são os maiores importadores no Brasil de coelhos chineses, americanos…tudo quanto é novidade que eles veem no exterior trazem pra gente se esbaldar aqui.

Vale lembrar que a Páscoa ficou mais encantadora em lojas. padarias e docerias nos ultimos tempos, vcs notaram? Há alguns anos eles enfeitaram muitos espaços brasileiros. Toda empresa pequena ou grande tem sua decoração especial de Páscoa ou Natal, por que eles capricharam nos produtos e abasteceram o país todo, um show! Tem quem “reclame”, agora todos podem ter um coelho bacana, eu acho muito bom!   Outra empresa que também me encanta e colaborou para este bum de novidades é a KeD ideias legais, minha grande parceira. Top em novidades sempre!

Bem…registramos algumas imagens lá no open de Páscoa deste ano que dava ate pra fazer uma revista especial mas não realizei, as fotos são lindas, feitas pela minha querida fotógrafa e hoje mamãe KIT GAION, assim, tenho a honra de compartilhar aqui com voce as imagens q mais gostei e para que voce conheça os lançamentos que estarão nas decorações de  páscoa de 2013.

Achei tudo de uma delicadeza unica, claro que alguns detalhes perceberão que é de um evento onde a empresa expõe para seus clientes as coleções…mas galera querida tenho certeza que vao adorar e vão se inpirar nas fotos. Achei maravilhoso e QUERO MUITO TUDO ISTO! Como diz aquele comercial…ou é Curto muito tudo isto, que seja me serve os dois!!!!

Boa viagem e FELIZ PASCOA!!!!

FOTOS KIT GAION

FOTOS KIT GAION

CRAFTS, DOIDICES E MUITA ARTE BACANA!

Este slideshow necessita de JavaScript.

CRAFTS, DOIDICES E MUITA ARTE BACANA!

Acabei de ler uma reportagem na revista Serafina da Folha de São Paulo que me estimulou saber mais sobre esta artista plástica “doida” do crochê Agata Olek!

Como é bom saber que nosso mundo de técnicas crafts podem sim romper barreiras e surpreender. Confirmar que arte, design, crafts estão juntos em manifestações do ser humano, realizando sonhos, contando histórias , concretizando grandes projetos.

Quando fizemos a reportagem para a make, sobre a intervenção nas janelas do Masp  da artista brasileira Regina Silveira, conhecida por exibir figuras do lado de fora de grandes edifícios. Ela realizou um grande projeto nas janelas no MASP com um desenho de nuvens em ponto cruz, feito em vinil que cobriu as 202 janelas do edifício,  surpreendente!

Lembrando destes dois exemplos, certifico mais ainda, que a vida craft esta totalmente conectada a arte. Tudo isso é um mundo de inspiração e explosão a criatividade. Vale a pena conhecer, vale a pena às vezes sermos chamados de doidos.

Conheça Agata Olek 

Olek (nascida em 05 de abril de 1978, totalmente Agata Oleksiak, ou Olek profissionalmente chamada) é uma polonesa nascida artista norte-americano residente cujo trabalho inclui escultura, instalação, Insufláveis.

Instalações Olek já incluíram bicicletas crochê, esculturas (incluindo o “touro de wall street “), apartamentos e pessoas.  Um apartamento todo falso coberto em croche , incluindo os seus ocupantes, é a sua peça mais conhecida, destaque em vários meios de comunicação internacionais.

Olek exibiu nos Estados Unidos, Alemanha, Brasil, Turquia, França, Itália, Polônia e Costa Rica.

Saiba mais

http://agataolek.com/home.html

Keep Calm and Carry On

Mantenha a calma e siga em frente

Já há algum tempo temos nos deparados em lojas de decoração mais descoladinhas, com este cartaz super bacana visualmente, pelas cores e estética. Mas mais do que isso é um cartaz que tem muito pra nos contar… Marcou época e teve grande valor nos tempos da segunda guerra mundial.

Sempre quis contar sobre ele, e hoje com a possibilidade deste meu pequeno blog posso contar pra vc, se é que vc ainda não sabe a história deste belo cartaz. Ele enfeita nossos ambientes e nos faz ponderar sobre vários aspectos e em vários estilos, já que a frase aparece em muuuitos estilos e aliada a denominações das mais diversas.

Voce já sabe a tradução da frase? Então vamos a ela…

Keep Calm and Carry On

Mantenha a calma e siga em frente

Keep Calm and Carry On foi um pôster motivacional produzido pelo governo britânico em 1939, início da II Guerra Mundial, para ser usado somente se o nazismo conseguisse invadir a Grã-Bretanha. O cartaz foi distribuído apenas em número limitado. Em 2000, uma cópia deste pôster foi redescoberta na Barter Books, um sebo na cidade de Alnwick, na Inglaterra. A criação agora está agora em domínio público, e pode ser vista na decoração em casas. O criador do cartaz não é conhecido.

Um pouquinho da história

O cartaz foi inicialmente produzido pelo Ministério da Informação , em 1939,durante o início da Segunda Guerra Mundial. Foi destinado a ser distribuído de forma a reforçar o moral em caso de um desastre de guerra. Dois e meio milhões de cópias foram impressas, embora o cartaz tenha sido distribuído apenas em número limitado. O designer do pôster não é conhecido. O cartaz foi o terceiro de uma série de três. Os dois primeiros cartazes da série “Your Courage, Your Cheerfulness, Your Resolution Will Bring Us Victory” (800,000 impressões) e “Freedom is in Peril” (400,000 impressões) foram emitidos e utilizados em todo o país para fins de motivação, já que o Ministério da Informação imaginou que as primeiras semanas da guerra seriam desmoralizantes pra população. O planejamento para os cartazes começaram em abril 1939; Em Junho os designs foram montados, e em agosto de 1939 eles já estavam a caminho para a impressão, para serem colocados dentro de 24 horas do início da guerra. Os cartazes foram concebidos para ter um dispositivo de uniforme, ser um projeto associado com o Ministério da Informação, e ter uma tipografia única e reconhecível, com uma mensagem do rei ao seu povo. Os slogans foram criados por funcionários públicos, sendo o Waterfield o criador do “Your Courage” como um “Grito de guerra que trará o melhor de nós e nos colocarão em um estado mental ofensivo de imediato”. Estes pôsters foram pensados como “uma declaração de dever para o cidadão”, desprovidos de imagem, para serem acompanhados por designs mais coloquiais. O pôster “Your Courage” foi muito mais famoso durante a guerra, foi o primeiro a ser distribuído e o primeiro pôster do Ministério da Informação. A imprensa, com medo da censura, se resguardou, e por este motivo muito do material relativo a estes pôsters foram mantidos em arquivos

Fonte Origem: Wikipédia

 

A make de fevereiro chegou…e é só sucesso!

Nossa!!! O verão esta indo, estamos aqui encaloradas, com chuva que vem e que vai. Tempo esquisitinho… mas nosso trabalho não para, faça chuva ou faça sol estamos aqui caprichosamente preparando a nossa make de fevereiro.

Ela vem toda bonita… com muuuitas novidades e a alegria de sempre. Pra inspirar sua alegria, os macaquinhos faceiros de Sheila Abreu, vc vai ver que graça!

Então…em fevereiro nas bancas!

Falando sobre a menina…

                                                                                                  Falando sobre a menina…

                                               Rita Paiva

Nascida na cidade de São Paulo no dia 6 de julho de 1960, mora na cidade de Suzano  onde tem sua família e seu ateliê. Casada com Wladimir Claudino, tem uma filha Juliana.

Bisneta de um italiano empreendedor, um dos pioneiros na cidade de Suzano, guarda até hoje a paixão pelo local onde a cidade se originou, o bairro do Baruel com sua igrejinha, –reconstruida por seu bisavô–  de padroeira Nossa Senhora da Piedade. Devota do Divino Espírito Santo se dedica desde criança com sua família na montagem do império na época da Festa desta primeira igreja da cidade. História longa desde antes dos anos de  1900, narrada com o coração pela família e muito respeitada pelos munícipes.

Estudou em colégio de freiras na infância onde já manifestava seu amor pelas artes. Estudou arquitetura mas se formou em educação artística e habilitação em artes plásticas pela Universidade de Mogi das Cruzes, deu aulas em colégios públicos por alguns anos e depois trabalhou na Boutique de sua mãe uma das mais badaladas da cidade. Os eventos promovidos pela loja eram super concorridos, todos gostavam de ver as novidades em estilos de moda e tendências apresentadas por ela e sua irmã Márcia. Os cenários e coreografias criadas pelas irmãs deixavam o público sempre maravilhados, sempre lembrados muitas vezes até os dias de hoje.

Depois da loja começou a trabalhar no departamento de promoções das Tintas Gato Preto onde criava técnicas diferenciadas para aplicar em vários substratos. Sua chefe nesta época era Ana Maria Guimarães, famosa no ramo de artesanato, artista plástica e consultora técnica de produtos para pintura, amiga até hoje.

Numa de suas visitas a Editora Abril para divulgar os produtos Gato Preto foi convidada a estagiar e depois a trabalhar de assistente de uma editora de artesanato, decoração e culinária, meses depois foi contratada pela editora, por sua mestre a diretora Ana Maria Iuguetti Mazzeo, a famosa e respeitada Nina,  onde permaneceu até 2006. Lá foi editora e chefe de redação, trabalhou no grupo Manequim, onde junto a equipe de redação da época,  criou ou trabalhou em várias revistas, Ateliê Manequim, Arte em Casa, a primeira revista de Ponto Cruz do Brasil, Montricot, Mamãe e bebê, Noiva, Facil Facil e por fim FAÇA E VENDA o marco do artesanato como geração de renda. Lá na editora ganhou vários prêmios jornalísticos com reportagens de faça você mesmo e decoração.

Hoje na editora Minuano criou a revista make, a qual completou  quatro anos em 2011. Nesta empreitada realizou um de seus sonhos, o de criar uma revista do fazer com novo conceito, o de inspirar e mostrar técnicas e produtos de uma maneira mais poética sem se prender a paps ou moldes. A revista hoje esta em seu auge, trás em seu conteúdo os melhores designers, artesãos, chefs de gastronomia, decoradores, estilistas dentro de seus ambientes de trabalho de forma lúdica, graciosa, texto leve e com fotos super elaboradas.

Juntamente com a revista make cria projetos especiais para empresas que querem fazer revistas com seus produtos e também é coordenadora das oficinas de geração de renda da Prefeitura de Suzano através do Fundo Social de Solidariedade.

Seu ateliê e escritório é em Suzano, lá cria técnicas crafts das mais diversas, faz fotos e projetos especiais. Seus eventos são super prestigiados por pessoas renomadas da região do alto Tietê e São Paulo capital, dentre os eventos estão Festival de Cupcakes, Festival de Guirlandas, Bazar de Natal entre outros. No ateliê recebe empresários da área assim como leitoras da make e amigos, todos com horários pré agendados.

As famosas Red Velvet Cake Ball

RED VELVET CAKE BALL

A famosa bolinha doce...uma trufa deliciosa feita com bolo veludo vermelho, tipicamente americano e delicioso

Red Velvet cake ball, uma trufa deliciosa americana

O bolo RED VELVET tradicional

Ingredientes:

- 2 ovos

- 1 1/2 xícaras de óleo

- 1 xícara de buttermilk* (para fazer coloque 1 colher de sopa de suco de limão e complete com leite, misture e deixe descansar por 10 minutos antes de usar para talhar.)

- 1 colher de sopa de vinagre

- 1 colher de chá de essencia de baunilha

- 4 colheres de sopa de corante vermelho

- 2 1/2 xícaras de farinha de trigo

- 2 xícaras de açúcar

- 1 colher de sopa de cacau em pó

- 1 colher de chá de sal

- 1 colher de chá de bicarbonato de sódio

Modo de fazer:

Como em todo bolo, pré-aqueça o forno em 180 graus. Unte a assadeira com manteiga e farinha. Agora vamos ao bolo!

Primeiro bata na batedeira os ovos até que a misture fique bem clara. Adicione todos os ingredientes líquidos (óleo, buttermilk, vinagre, essência de baunilha e o corante vermelho) batendo para misturar bem e reserve.

Em outra tigela maior, coloque os ingredientes secos e bata alguns segundos para ficar homogênea. Agora adicione os ingredientes líquidos já batidos e bata por mais uns 2 minutos em velocidade média-alta. Coloque a massa na assadeira e bata a assadeira algumas vezes na sua área de trabalho para que a massa libere qualquer bolha que haja. É só levantar a assadeira alguns centímetros e soltar. Com o impacto, a massa se mexe e as bolhas sobem, saindo do meio da massa.

Asse por 30 minutos ou até que o palito de dente saia limpo. Com o bolo pronto, deixe esfriar na própria assadeira por uns 10 minutos e depois desenforme, deixando esfriar mais um pouco sobre a grade. Faça a cobertura que pode ser de cream cheese ou buttercream, com uma quantidade o suficiente para rechear e cobrir o bolo.

 Caso você queira usar essa receita para fazer cake ball, recomenda-se colocar menos óleo na massa ou colocar menos cream cheese para fazer as bolinhas.

* Não há disponível aqui no Brasil a versão industrializada do buttermilk, que é vendida em larga escala em países como Estados Unidos, Canadá e Inglaterra.

AGORA VAMOS FAZER A CAKE BALL

Coloque o bolo em uma tigela e corte em migalhas.Reserve. Bata 100gr de cream cheese com 1/2 xicara de açucar de confeiteiro e depois misture ao bolo em pedaços. Misture até formar uma massa de modelar. Modele as bolas e banhe em chocolate derretido branco, banhe duas vezes intercalando secagem, para a massa vermelha não aparecer.

Passeando por Old Town Spring

Este slideshow necessita de JavaScript.

Em novembro agora, final de 2011 estive em Houston e lá pude visitar uma cidadezinha tipicamente texana, uma graça, cheia de charme no quesito decoração local e artesanal.

Localizada perto dos pátios ferroviários originais, construída no início de 1900 pela Estrada de Ferro Great Northern, As casas em  estilo vitoriano  contribuem para o sentimento nostálgico de ter “um passo para trás no tempo.”

As casinhas de madeira pintadas em tons diversos, cada uma com seu estilo de busines…café, restaurantes, galerias de arte, gifts dos mais diversos. Entre as “casinhas lojas” me deparei logo de cara com uma que era um Hospital de Bonecas, imagine voltar no tempo e ver bonecas seculares super conservadas.

Um pouco mais adiante um senhor com um carinhoso cão estavam numa varanda de uma pequenina casa com um pato gigante no telhado, era a casa de patos e  muuuitos sabonetes, –poderia até ser o avô de nosso querido Peter Paiva–, muito fofo me convidou para entrar…lá dentro me encantei  com a quantidade de patinhos de borracha, era Elvis, Bill Clinton, Michael Jackson, indios, jogadores de futebol tooodos em forma de patos de banheira, super divertido.

E assim fui curtindo a pequena cidade com minha assistente fotografa e filha Juliana, a amiga Rosa Rosendo, a querida Lu Gastal que sumia e aparecia em segundos trazendo na bagagem coisas incriveis e sorriso largo.

Ah, vale dizer do grupo bacana que Dotan Mayo apresentador do programa ATELIE NA TV levou, eu inclusive…que festa fizeram na Casa de Patchwork, o mundo encantado dos tecidos era lá, as senhorinhas donas da loja, simpaticas quase enlouqueceram com as patcworkeiras busines do Brasil. Uma casa secreta no fundo da loja parecia uma CASA SECRETA DO TESOURO com muuuuitos tecidos lindos.

Uma parada para um lanchinho…saladas tipicas americanas, folhas crocantes,chickens e crotons para poder depois degustar cakes deliciosos.Reparem as fotos dos ditos cujos.Continuando a caminhada gostosa, apesar do sol forte em pleno inverno, achei uma lojinha elegante de bolos e doces especiais para casamentos, aquelas que sempre vemos a Julia Roberts e outras atrizes entrando para escolher seus bolos, uma delicia o Red Velvet Cake Ball , uma trufa de bolo vermelho com ganache branco, huuuummmm!

Momento triste e com gostinho de quero mais, hora de partir…

…carro cheio de sacolas, comprinhas mil, momento triste…que nada! Mulherada rindo e satisfeitas… quanta coisa gostosa e mais um pouquinho da cultura americana tipica texana conhecemos! Rumamos a  inauguração do Houston Quilt Festival, boooora!

Espero que tenha curtido este passeio em Old Town Spring, eu adorei contar tudo pra vc!

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 122 outros seguidores